Operação Átria: Forças de Segurança destacam integração e rede de atendimento às mulheres em SC

abril 3, 2024 0 Por

Foto: Divulgação SSP/SC

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e as Forças de Segurança de SC — Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Científica — realizaram a Operação Átria no estado durante o mês de março, em que foram intensificadas as ações de prevenção e combate à violência contra a mulher.

Nesta quarta-feira, 3, durante reunião de avaliação dos trabalhos pela SSP e as forças de Segurança, em Florianópolis, os participantes ressaltaram as ações integradas pelas forças de Segurança e também pontos diferenciais do Estado, como a rede de amparo e atendimento às mulheres vítimas de violência.

Em SC, durante os dias 1 a 29 de março deste ano, 126 mulheres foram resgatadas em situação de violência, 1.024 inquéritos policiais foram instaurados e 2.506 medidas protetivas de urgência foram solicitadas. Ainda, foram 57 presos por mandado de prisão preventiva e 9 presos por mandado de prisão temporária e 1.177 exames periciais realizados. Foram apreendidos 22 armas brancas, 4 revólveres, uma pistola, 963 munições e 4 espingardas, entre outros dados registrados ao longo da operação.

Para a coordenadora das delegacias de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMIs) da Polícia Civil em Santa Catarina, delegada Patrícia Zimmermann D’Ávila, é importante destacar como as forças de Segurança estão organizadas em uma rede de proteção às mulheres no estado.

“Todas as instituições, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e a Polícia Científica estão unidas em prol da defesa da mulher. Então, em qualquer município que a mulher vá ela encontra serventuários e as forças de Segurança unidas na sua defesa. Ela pode fazer a denúncia tanto nos canais da Polícia Civil como pode chamar a Polícia Militar, peritos oficiais e bombeiros, que ela vai encontrar profissionais capacitados e prontos a defendê-la”, pontua a delegada.

Em Joinville, por exemplo, houve ação conjunta das forças em palestras e também panfletagens com o objetivo de prevenção e combate à violência contra a mulher.

A coordenadora da Secretaria de Programas Institucionais da Polícia Militar de Santa Catarina, tenente-coronel Naima Huk Amarante, também reforça a oportunidade de divulgação dos trabalhos realizados pelas forças de Segurança em SC neste período, além da existência da rede integrada de atendimento.

“Eu queria destacar principalmente que aqui em Santa Catarina a gente tem uma rede de apoio a essas mulheres vítimas de violência e por isso tantas mulheres procuram e denunciam, diferente de muitos outros Estados. Porque esse é o diferencial de Santa Catarina: estar apoiando e dando suporte a essas mulheres vítimas de violência”, salienta, citando como exemplo a existência do botão do pânico da Polícia Militar. “A mulher tem a certeza de que será bem atendida e bem tutelada no Estado”, completa.

A Operação Átria é coordenada pela Diretoria de Operações Integradas e de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Diopi/Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Segurança Pública de Santa Catarina (SSP-SC)
(48) 3665-8183
(48) 3665-8393
E-mail: [email protected]