Por que pedir a um designer de interiores para ajudá-lo a mobiliar sua casa?

maio 9, 2024 0 Por Reis. Hugo

A ideia de pensar na decoração da casa é extremamente atraente. Para alguns, pode ser entediante, mas, para outros, pode ser um assunto ao qual valha a atenção, mas sem tanta intensidade. A verdade é que existe um universo dentro da decoração de interiores que dependendo de como decidimos abordá-lo pode ser uma tarefa com infinitas possibilidades.

O sofá e a cama, dois itens indispensáveis

Existem muitos lugares na casa para decorar. Cozinha, sala de estar, sala de estar, quartos, banheiros. Os espaços variam de acordo com a configuração da casa. Mas, entre todos os tipos de móveis, existe um que certamente estará presente em todas as casas, o sofá. Os modelos de sofá, por exemplo, são indispensáveis, pois todo mundo tem um, seja qual for o formato.

O mais conhecido é o sofá tradicional com design clássico que nunca sai de moda. Os braços e encostos retos são uma garantia para qualquer espaço. Ele dará um ar mais tradicional, mas não parecerá deslocado. Entre inúmeros outros tipos de poltronas e sofás no mercado também pode-se encontrar o Chesterfield, o Lawson e o seccional. 

O famoso sofá-cama, talvez um dos tipos mais populares de sofá, provavelmente está na boca de muita gente. Ele é ideal para espaços pequenos, quando o espaço cama não é suficientemente limitado ao cômodo ou ao quarto a ser ocupado. Um apartamento estúdio, por exemplo, não comporta muitos móveis, e é aí que suas características versáteis entram em ação.

As menores camas

Se estiver procurando uma cama, felizmente existem alternativas. As camas de tamanho pequeno são camas de solteiro, camas de solteiro. As proporções são padrão, geralmente 90 cm por 190 cm. 

Caso contrário, a outra opção deve ser algo um pouco maior. Este é o tipo de cama Twin XL. Geralmente, ela tem o mesmo tamanho da cama de solteiro, mas varia em comprimento. Enquanto a outra tem 190 cm, uma deste estilo pode ter até 200 cm. Uma boa ideia a ser levada em conta se você for mais alto do que a média de seus amigos.

Você pode decorar sua casa ou qualquer espaço como quiser. Isso parece (e, de fato, é) muito divertido. Mas não se deve perder de vista o fato de que ter o olhar de um profissional será uma grande contribuição, pessoas que foram especialmente treinadas para tarefas como as que você deseja realizar.

Onde estudar Design de Interiores

De fato, no Brasil existem várias universidades que oferecem cursos de design de interiores. O Centro Universitário Católico de Santa Catarina oferece seu mestrado especializado, por meio do qual propõe uma abordagem dinâmica, implementando metodologias que “desafiam o tradicional”. 

Além disso, o mestrado preconiza a geração de conhecimento “com exigências na linguagem dos materiais, iluminação, cor, mobiliário e integração de componentes técnicos”.

Por outro lado, a Escola de Design de São Paulo “responde plenamente às demandas do mercado”. Com base nesta premissa, desenvolveu um programa de mestrado que é o mais abrangente possível em termos de conteúdo, códigos expressivos e linguagens.

Na modalidade híbrida, esta especialização está aberta a todos aqueles que desejam continuar sua formação profissional na área.

Existem também alternativas de bacharelado (ou seja, um curso de graduação). Tanto a Universidade de Brasília quanto a Design ESPM são boas alternativas a serem investigadas.

Da mesma forma, as possibilidades oferecidas pela Escola Britânica de Artes Criativas estão ligadas ao desenvolvimento internacional. De fato, a oferta acadêmica que ela propõe é a de estudar no Brasil e receber um diploma britânico. 

Isso é explicado pela instituição em seu site: “A escola oferece aos alunos a oportunidade de estudar no Brasil em um curso idêntico ao do Reino Unido, além de ser a única instituição na América Latina a oferecer o diploma de bacharelado britânico, emitido pela Universidade de Hertfordshire, válido no Reino Unido, na União Europeia e nos Estados Unidos”.

Outra opção, também em São Paulo, é o Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix. O curso de Bacharelado em Design de Interiores é focado no conhecimento cultural, científico e técnico. Em outras palavras, a perspectiva é realmente integral e seu currículo consegue abranger o amplo universo da área.

Existem muitas opções de treinamento disponível de bom nível. A vastidão geográfica do Brasil possibilita a escolha do centro de estudos mais adequado, de acordo com a localização de cada interessado.

A complexa tarefa de projetar um espaço interior

Você quer decorar algo. Uma cozinha, um salão de eventos, a sala de estar de sua casa. Um designer de interiores o ajudará de maneiras que você nem imagina. Para começar, os critérios do profissional para se adaptar ao orçamento que você tem serão fundamentais. Ele garantirá que nenhum detalhe o obrigue a gastar muito dinheiro. 

Além disso, ele o ajudará a tomar decisões em um nível geral. Desta forma, você poderá economizar tempo e não precisará fazer e desfazer porque algo não saiu como você havia imaginado. Não é fácil visualizar um espaço, com suas cores, seus móveis, seu estilo, sua essência.

Um bom designer de interiores lhe oferecerá uma perspectiva especializada e criativa. Ele ou ela terá a capacidade de transformar os espaços mais modestos em ambientes aconchegantes, funcionais e esteticamente agradáveis.

O que poderia ser melhor do que nos sentirmos totalmente à vontade na própria casa? Aquele lugar onde você sempre ir, se refugiar, descansar, compartilhar com os outros. É uma das chaves para alcançar o seu bem-estar geral.